Organizar eventos enquanto as restrições para combater a pandemia continuam em vigor pode ser uma tarefa demasiado exigente se não tiver consigo as ferramentas certas para realizar um evento híbrido ou virtuais de sucesso. E como a conciliação de componentes de eventos presenciais e virtuais satisfaz os requisitos imediatos de autenticidade, orçamentação e segurança, a procura por eventos híbridos irá provavelmente continuar a aumentar. Prova disso é o facto de 97% dos organizadores de eventos acreditarem que vamos assistir a um exponencial de eventos híbridos em 2021, de acordo com o Evolution of Events Report.

No ano passado já tínhamos falado sobre como é que a tecnologia vai revolucionar os eventos em 2021 mas, à medida que o tempo passa e nos aproximamos da imunidade do grupo, é cada vez mais relevante obter o máximo benefício da tecnologia para eventos. De facto, a tecnologia é a força motriz por detrás dos mais recentes desempenhos na indústria dos eventos, especialmente quando se trata do potencial de uma plataforma para eventos virtuais.

Partindo do pressuposto de que não vamos subitamente regressar às normas pré-Covid, prevê-se que o foco esteja na realização de eventos da forma mais segura possível, o que implica a adesão rigorosa às medidas de distanciamento social e higiene pública. E, com a sua capacidade acelerada de fazer as coisas acontecer durante estes tempos de incerteza, a tecnologia tem conseguido impulsionar o setor dos eventos, através da digitalização dos seus processos e interacções que ocorrem presencialmente.

Então, como se pode tirar partido de ferramentas digitais e oferecer segurança aos participantes de um evento através da tecnologia?

Entregar novamente a confiança aos participantes e expositores, para que possam interagir cara-a-cara, requer que os organizadores de eventos pensem fora da caixa. Longe de entregarem apenas uma versão 1.0 de um evento pré-Covid, terão de procurar recorrer a uma plataforma de eventos flexível, que integre de forma dinâmica elementos virtuais e presenciais. E, claro, que assegure uma migração suave do virtual para o híbrido (e vice-versa), sem nunca perder benefícios ou dados inerentes. Na verdade, ainda ninguém consegue afirmar precisamente quando (e se) iremos regressar à normalidade e o que irá acontecer pelo caminho. 

É expectável que os eventos híbridos sejam o novo modus operandi num futuro próximo, permitindo manter de forma segura a necessidade básica de conexão humana e o networking presencial. Esta é provavelmente a principal razão pela qual se espera que os eventos híbridos sejam o novo normal da indústria dos eventos.

Principais aspectos dos eventos híbridos

Os eventos híbridos dividem-se em diversas componentes operacionais. Por exemplo, a tecnologia para eventos vai desempenhar um papel crucial tanto na fase de planeamento, como de realização do próprio evento. E, dependendo do tipo de evento, as ferramentas digitais disponíveis vão abranger a digitalização de processos como o ticketing, inscrição e check-in, também as soluções virtuais para audiência remotas, e ainda a tecnologia de produção e transmissão ao vivo para eventos.Se tiver interesse em conhecer mais detalhadamente esta tendência crescente da indústria dos eventos, consulte as nossas dicas para realizar eventos híbridos de sucesso em 2021.

Fale connosco! Vamos mostrar-lhe como fazer networking de forma segura e eficaz, seja em contexto de audiências virtuais ou presenciais.